Categorias
Dicas

Carro com vidro quebrado: saiba o que fazer

Os vidros também são itens de segurança do carro e precisam de alguns cuidados especiais. Mas se algum objeto cair ou rolar uma colisão que quebre o vidro, você sabe o que fazer? A gente conversou com Eduardo Noronha, que é gerente comercial da Autoglass, pra saber mais sobre como funciona o reparo e a troca para carro com vidro quebrado. 

Na verdade, são aplicados dois tipos diferentes de vidros nos carros. No para-brisa, é usado um vidro laminado composto por duas camadas (ou lâminas) de vidros unidas por um material de silicone no meio, chamado de PVB. É por isso que, quando o vidro laminado quebra, ele trinca mas mantém os estilhaços

Já os vidros laterais e traseiro são do tipo temperado, que, quando quebram, se partem em vários pedaços. E essa diferença é justamente uma questão de segurança, viu? O para-brisa precisa ser mais resistente para garantir a visibilidade do motorista e até evitar que algum objeto entre no carro através do vidro. Mas, se acontecer um acidente em que não seja possível abrir as portas, por exemplo, as janelas tendem a ser quebradas para que os ocupantes consigam sair do veículo.

Como consertar meu carro com vidro quebrado?

Eduardo explica que é possível fazer o reparo do para-brisa nos casos em que a trinca é menor do que uma moeda de um real. Nas lojas Vidros BH, o serviço leva em média 30 minutos para ser feito. Mas se os danos forem maiores, a única solução é fazer a troca do vidro por completo. O para-brisa demora cerca de 4 horas para ser trocado e os vidros laterais, em torno de 1 hora cada.

Mas não é só quando o carro com vidro quebrado que precisa de cuidados. Pra fazer a manutenção no dia a dia, o indicado é usar um limpa vidros específico para carros e evitar produtos com muita química. Eduardo ainda indica fazer a aplicação de um líquido de cristalização, que cria uma película no vidro e ajuda a repelir a chuva fina, por exemplo. 

Outra dica é lembrar de fazer a lubrificação das canaletas dos vidros laterais, que inclui uma limpeza e a aplicação de um silicone. Com o tempo, o espaço entre o vidro e a porta vai acumulando sujeira e fica mais difícil de subir os vidros. 

O para-brisa trincou? Cuidado com as multas!

Fique ligado: o carro com vidro quebrado pode render uma multa. Dirigir por aí com fraturas ou trincas no para-brisa que atrapalhem a visão é considerado uma infração grave, com multa de R$ 195,23, 5 pontos na CNH e até a apreensão do veículo. Segundo a resolução 216 do Contran, é permitido rodar com, no máximo, três danos no para-brisa que estejam fora da área crítica de visão do motorista. Trincas devem ter menos de 20 cm de comprimento e rachaduras circulares, menos de 4 cm de diâmetro.